Fica tranquilo Gordon, tudo isso vai passar!

Hayward, talvez você não queira ver nada agora. Ou talvez queira. Talvez você não esteja a fim de ouvir ou de ler palavras que possam te aconchegar. Mas você também pode querer isso tudo, para te confortar e ajudar a superar isso. Enfim…

Talvez você não esteja entendendo o motivo disso estar acontecendo com você, aliás, ninguém está. Mas a negação é um sentimento completamente compreensível, afinal, você enfrentou tanto desprezo pra chegar até Boston…

Você foi escolhido pelo Utah Jazz no draft de 2010. Se desenvolveu, cresceu e convenceu o mundo jogando na franquia de Salt Lake City. Tudo sendo feito aos poucos.

Depois de 7 anos, formado e considerado uma estrela, você achou que era a hora de sair de Utah, e assinou com os Celtics para realizar um sonho. Foi de frente contra a torcida do Jazz e alguns companheiros. Aconteceu algo parecido com Kevin Durant ao sair de Oklahoma City, lembra disso?

Hayward

Mas vamos falar sobre ontem.

Quando você caiu, eu tive a impressão de que a aterrissagem não tinha saído da maneira correta. Quando mostraram o replay, eu tive a certeza de que infelizmente eu estava certo. Essa foi uma das poucas vezes que eu desejei estar errado.

No momento, em que você perdeu sua primeira temporada pelo time que você queria tanto estar, eu e a maioria dos fãs perdemos a vontade de assistir aquela partida, e seus companheiros perderam o ânimo de terminar aquele jogo.

Aconteceu uma fatalidade parecida em 2014, com o seu companheiro de seleção, o Paul George, você se lembra disso? Olhe para ele hoje. PG precisa ser um espelho para ti nesse momento. Ele superou a dificuldade e voltou tão incrível quanto ele era antes da lesão. E você vai conseguir também.

Jogador, a gente quer você com a cabeça levantada. Do mesmo jeito que você saiu da quadra da Quicken Loans Arena. A impressão que foi passada ao público, era a de que você, era a pessoa a mais calma em meio a todo aquele sentimento de dor e frustração.

E é assim que deve ser.

Até você estar de volta às quadras, o mundo do basquete estará torcendo por sua pronta recuperação. Não importa se torcemos para o Celtics, Lakers, Bulls ou até mesmo para o Jazz. O que importa é sua volta ao esporte que você ama.

Fica tranquilo Gordon, isso tudo vai passar!

Carlos Eduardo T. Gabriel

Comentarios