E aí Carmelo

Resultado de imagem para carmelo em Syracuse University

Carmelo Kyam Anthony, nascido em Nova Iorque, começou a chamar a atenção no basquete desde o seu tempo escolar, evoluindo na Syracuse University em 2003, onde deu o primeiro título do Campeonato Nacional da história para a universidade e foi eleito o MVP da NCAA East Regional e NCAA Final Tour. Anthony inscreveu-se no draft daquele ano, onde era visto pelos times da liga com um potencial muito grande e considerado pick top 3. Aquela classe estava recheada de futuras estrelas da NBA, nomes como o de Lebron James, Chris Bosh e Dwyane Wade.

Selecionado pelo Denver Nuggets na terceira escolha da noite, Carmelo ficou atrás de Lebron James e Darko Milicic (Bust). Permaneceu em Denver por sete temporadas e meia atuando ao lado do brasileiro Nenê Hilário, era o dono do time, suas médias de pontos sempre foram acima de 20, até na sua temporada de estréia onde obteve médias de 21 pontos e 6.1 rebotes, números para ser o Rookie do ano, isso se não tivesse um tal de Lebron James fazendo também sua primeira temporada na NBA.  O Nuggets enquanto tinha Anthony em seu elenco, sempre foi aos playoffs, chegando a uma final de conferência na temporada de 08-2009, quando acabaram sendo derrotados pelo Los Angeles Lakers de Kobe Bryant e Pau Gasol por 4×2.

Resultado de imagem para carmelo anthony na final de 2009

Em fevereiro de 2011, após meses de especulações, Carmelo Anthony finalmente foi negociado, levando seus talentos para o New York Knicks em uma troca envolvendo vários jogadores, encerrando assim seu ciclo em Denver. Muitos afirmam que o atleta forçou sua saída do time do Colorado para ir jogar em Nova Iorque, mal sabia ele o que iria enfrentar. A história todo mundo conhece, Carmelo era sim um dos maiores jogadores da liga, ele tinha provado isso atuando em Denver, uma verdadeira máquina de fazer pontos. Em Nova Iorque a expectativa em cima dele era muito grande, porém esta nunca seria atendida. Ele não deixou de pontuar, suas médias continuaram acima dos 20 pontos, tendo em 2013 sua melhor temporada no ataque, com uma média de 28.7 pontos por partida. No entanto as coisas não pareciam boas, no período em que esteve em Nova Iorque (2011 – 2017), Carmelo chegou no máximo em uma semifinal de Conferência 2012-13, pouco para as ambições de um dos times mais populares da NBA.

Resultado de imagem para carmelo anthony ni knicks

Os anos iam passando e ficava cada vez mais evidente que o time de Nova Iorque não iria chegar em nenhum lugar. Multicampeão como jogador do New York Knicks (2 títulos) e técnico do Chicago Bulls (6 títulos) e Los Angeles Lakers (5 títulos), Phil Jackson era o presidente de operações do Knicks, e queria de qualquer forma encaixar o seu famoso triângulo na equipe. A relação com ele não era fácil, ainda mais para Carmelo, principal jogador daquele time. Certa vez em uma entrevista concedida por Kobe Bryant, o astro falou sobre a dificuldade em trabalhar com Phil, aconselhando a Anthony ter paciência.

Em 2017 as desavenças de Carmelo e Phil se tornaram cada vez mais públicas, Jackson demonstrava explicitamente o seu interesse em trocar Anthony, o presidente já não tinha muito controle das suas ações, se perdendo cada vez mais nas decisões tomadas. Essas atitudes acabaram desagradando à outra estrela e esperança do New York Knicks, Kristaps Porzingins, que também teve seu nome cogitado para deixar Nova Iorque.  Não demoraria muito e Phil Jackson seria demitido do Knicks, no final de Junho. Três meses após o ocorrido Carmelo seria trocado ao Oklahoma City Thunder em uma negociação bombástica, em contrapartida o time nova-iorquino receberia Doug McDemortt, Enes Kanter e uma escolha de primeiro round.

O fato de Carmelo Anthony ser um grande jogador, arremessar como poucos (é lindo ver aquelas bolas que ele mete mesmo contestado) não apaga a imagem de certa forma negativa criada ao longo de sua carreira. Mesmo com os fatores negativos, Carmelo já escreveu seu nome na história. Terceiro jogador a atingir a marca de dez mil pontos por duas equipes diferentes, feito realizado apenas pelas lendas Elvin Hayes e Kareem Abdul-Jabbar. Ele também acumula dez convocações para o All-Star Game e já possui impressionantes 24.299 pontos em sua carreira (incluindo as seis partidas pelo Thunder).

Resultado de imagem para carmeo, westbrook e paul george

Então o que falta ou faltou para a estrela da NBA engrenar e finalmente ganhar seu primeiro anel de campeão? Será que Carmelo realmente se preocupa em um dia conquistar a liga, ou o seu bolso é o que mais interessa? Talvez Melo terá em Oklahoma sua última chance de conseguir algo na NBA. Ao lado de Russell Westbrook e Paul George ele tentará desbancar adversários difíceis no Oeste, como o atual campeão Golden State Warriors e quem sabe ao menos chegar em uma final de NBA. Ele pode render e contribuir muito com o seu jogo. Tomara que ainda haja alguma motivação nele, e sua nova jornada no  Oklahoma possa ser benéfica para nós apreciadores do bom basquete.

Texto por: Joao Godoi

 

Comentarios